Tour virtual: passado, presente e futuro

Para explicar o que é um tour virtual situarei você na história desta tecnologia, mostrarei como ela se apresenta hoje e o futuro dela. Por definição da wikipedia, o tour virtual é:

“Um tour virtual é uma simulação de local existente, normalmente composto por uma sequência de vídeos ou por imagens estáticas. O tour virtual também pode usar outros elementos de mídia como efeitos sonoros, música, narração e texto. Distingue-se do uso de televisão ao vivo para uma forma de tele-turismo.”

A minha maneira de explicar, hoje, o que é um tour virtual é assim:

O tour virtual é uma ferramenta de mídia digital que permite a você, visitante, vivenciar a experiência de conhecer um local, que pode ou não existir fisicamente, de maneira imersiva e realística.

É com essa minha forma de explicar o tour virtual que levo vocês na história dessa experiência que começou em junho de 1994 com o engenheiro Colin Johnson, na Inglaterra.

Johnson foi o responsável pelo primeiro tour virtual da história. Esse tour foi feito para contar a história do Castelo inglês de Dudley construído por Sir William Sharrington no século XVI. A partir das ruínas do castelo e da computação 3D, grande novidade para a época, foi possível recriar a aparência interna e externa do castelo por volta do ano de  1505. Quando pronto, o tour foi apresentado à Rainha Elizabeth II, que se tornou a  primeira pessoa da história a fazer um tour virtual. Nos links abaixo você pode conferir como eram os primórdios de um tour virtual feito a partir de vídeos e computação gráfica.

rainha elizabeth tour virtual

Aqui você encontra as informações completas.

E para assistir ao vídeo explicando o tour clique aqui.

Confira algumas imagens deste tour virtual histórico feito com modelagem eletrônica do Castelo de Dudley:

DUDLEY castle

dudley castle

E nos dias de hoje, o que mudou nesta forma de vivenciar lugares à distância através do tour virtual?

Algumas coisas realmente mudaram, principalmente com a chegada da fotografia 360 e de softwares que fazem a mágica do tour virtual acontecer.

Vou explicar agora alguns tipos de tours virtuais feitos a partir de fotografia e os desdobramentos dessa tecnologia em novas mídias e marketing:

– Fotos 360 graus

São fotos feitas a partir de câmeras esféricas, câmeras  DSLRs (sigla em inglês para digital single-lens reflex, que em uma tradução livre seria “câmera digital de reflexo por uma lente”) ou até mesmo por alguns tipos de smartphones. Esse tipo de foto é a base para qualquer tour virtual feito a partir de fotografia. Quanto mais profissionais forem seu equipamento e técnica, melhor serão os resultados de suas fotos 360 – também chamadas de fotos esféricas.

Este exemplo no Facebook mostra uma foto 360 feita a partir de uma DSLR, que, por enquanto, é o melhor equipamento para se fazer fotos esféricas de qualidade e como consequência, melhores tours virtuais.


Ideal para:

Mostrar lugares públicos e  pontos de vista que não são tão comuns

Quem adquire:

Restaurantes, hotéis, salões de beleza, comércio em geral, salões de festa, escolas, academias, negócios relacionados ao lazer, turismo e viagens, instituições públicas, empresas prestadoras de serviço

(Clique aqui para adquirir)

– Tour Virtual do Google Street View

É um conjunto de fotos esféricas ou fotos 360 graus que são publicadas dentro do Google Maps, vinculada ao seu negócio dentro dos resultados de pesquisa do Google. É possível incorporar este tour a um website ou página do Facebook sem a necessidade de abrir outra página para que você faça o passeio.

Veja em nossa página de CLIENTES alguns exemplos:

Assista aqui o vídeo de como é passear pelo tour do Google Street View:

Ideal para:

Você que tem orgulho do espaço físico da sua empresa e quer mostrar pra todo mundo como ela é.

Quem adquire:

Empresas que possuem sede física de diversos segmentos como alimentação, bares, restaurante, indústrias, hospedagem, escritórios, comércios locais, prestadores de serviço, vendas online e qualquer outro tipo de negócio com espaço físico.

Em breve escreverei com detalhes sobre como você pode adquirir o tour virtual do Google para sua empresa e como funciona.

(Clique aqui para adquirir)

– Tour Virtual 360

Parte do mesmo princípio do tour do Google porém o tour fica hospedado em um website específico e não há a navegação através de setas (ao contrário do programa do Google Street View) e sim  indicações que há outras fotos 360 graus a serem exploradas.

Clique neste exemplo aqui para navegar no tour virtual aplicado para o setor imobiliário:

tour virtual 360 imobiliaria

Ideal para:

Você que quer promover a visualização 360 graus de um lugar da sua empresa ou divulgar seu negócio sem estar vinculado ao Google, principalmente quando o seu negócio é diferente do espaço físico que você deseja mostrar, como o caso de apartamentos e empreendimentos imobiliários.

Quem adquire:

Construtoras, arquitetos, imobiliárias, designers de interiores, paisagistas e afins.

(Clique aqui para adquirir)

– Tour virtual interativo

Esta é uma ferramenta tecnológica que aprimora o tour virtual, seja do Google ou feito por fotos 360 hospedado em um website, e tem como propósito conduzir os visitantes a conhecerem mais informações sobre o seu negócio, com o incremento de mídias como vídeo, imagens e texto dentro do próprio tour. O Tour Dash é uma dessas ferramentas interativas de muita força para conversão de visitantes do seu tour em clientes pois você orienta o visitante virtual a consumir o que você quer vender,  servindo  para venda tanto de produtos como de serviços.

Veja aqui um de nossos exemplos para o setor de hospedagem:

thumb tour dash

Ideal para:

Você que quer contar histórias sobre o seu negócio, mostrar detalhes específicos relacionados a ele, aumentar a conversão online de visitantes do tour em clientes reais, educar o visitante para conhecer melhor o que você vende , facilitar a navegação do tour para negócios com áreas bem grandes para caminhar, muitos andares ou setores diferentes.

Quem adquire:

Hotel, restaurante, pousada, hostel, resort, casa e espaço para eventos, hotel fazenda, escritório grande, indústria, empresa com área grande e/ou diferenciada, loja física que possui loja online e empresas que necessitam explicar/mostrar seu espaço físico para vender um serviço ou produto.

(Clique aqui para adquirir)

Agora que você já sabe o que é tour virtual e viu alguns tipos de tours, o que você precisa fazer?

No artigo 11 razões para investir em um tour virtual 360 mostramos vários motivos para você implementar essa tecnologia para seu negócio, aumentar sua visibilidade online, atrair e engajar mais visitantes e, com tudo isso, conquistar mais clientes.

O objetivo deste artigo é dar a você, leitor, o conhecimento teórico básico e a possibilidade de escolher qual tipo de tour virtual melhor se encaixa às necessidades de seu negócio.

Conheça o Google Expeditions:

google_for_education_expeditions

Este é um programa do Google que explora lugares onde os carros não conseguem chegar e, em geral, de grande interesse turísitico. O Google Expeditions é feito para ser usado por óculos de imersão virtual como o A base tecnológica é a mesma do Google Street View e isso significa que você vai poder caminhar virtualmente por esses lugares incríveis, interagindo de forma imersiva e aprendendo cada vez mais.

Escreverei também em breve sobre tours criativos de negócios pelo mundo que fizeram o tour virtual do Google e usaram sua imaginação no momento da captura das imagens trazendo a identidade da sua empresa em cada ângulo que visualizamos.

Qual será o futuro do Tour virtual?

Acredito muito que essa ferramenta ganhará cada vez mais espaço no mundo dos negócios e virá se tornar uma forma corriqueira para escolhermos se consumimos ou não um produto ou serviço de uma determinada empresa, principalmente com a chegada em peso de tecnologias de realidade virtual através de óculos de imersão virtual.

A Ebay em parceria com a Myer ousaram e criaram o primeiro sistema de compras online através da tecnologia de imersão virtual usada em óculos de imersão.

Empresas como Facebook, Google, Apple, indústria de games e cinema já estão produzindo conteúdo relevante o suficiente para mostrar que esta tecnologia veio para ficar e ajudar a conectar ainda mais as pessoas com aquilo que elas se interessam, seja escolher melhor um hotel para hospedar em um lugar que nunca foram ou  reservar uma mesa para aquele jantar especial com as pessoas que gostam.

Ao meu ver, a tecnologia deve servir para nos ajudar a ficar mais humanos e, para isso, ela deve nos aproximar das pessoas que gostamos e nos incentivar a fazer coisas boas e importantes para o mundo.

Iniciativas para a área de educação são cada vez mais divulgadas com aplicações tecnológicas de realidade virtual e também realidade aumentada, como o projeto da Microsoft chamado Hololens, que projeta holografias no ambiente real que você está e permite interação visual e “tátil” com essas projeções holográficas.

Pergunto:  O tour virtual veio pra ficar ou não? Esta tecnologia pode ajudar seu negócio?

Concluo as ideias sobre o tour virtual,  do passado, presente e futuro, de forma feliz e confiante em fazer parte deste momento tecnológico que ajudará milhões de pessoas a se sentirem mais próximas e confiantes ao interagir com empresas, conteúdos educativos e relacionamentos pessoais.  Acredito em cada tour virtual que produzo e me sinto realizado com os resultados e feedbacks de clientes e parceiros sobre como o tour virtual é importante e ajuda no dia a dia da empresa trazendo mais possibilidades de negócios.

Afinal, por que você ainda não adquiriu seu tour virtual?

Quero te ouvir:

      • Clique aqui para saber quanto custaria implementar um tour virtual 360 para seu negócio.
      • Clique aqui para solicitar exemplos de tours do seu segmento.
      • Clique aqui para receber notícias e mais artigos do nosso blog em primeira mão.
      • Gostou deste artigo? Entre em contato aqui para parcerias de Guest Blog sobre nossos temas principais: Tour Virtual 360, História da Fotografia 360, e Realidade Virtual / Realidade Aumentada VR / AR (Virtual Reality / Aumented Reality).

mateus editado bruno

Mateus Abranches
Formado em Artes Plásticas pela Escola Guignard – UEMG – Habilitação em pintura e fotografia.
Apaixonado por tecnologia, arte, ciência, viagens e futuro.
Diretor da Nadar 360, especialista em mídia 360 e inovação.